Seguir por Email

Resenha : Ladrões de elite .

Autora: Ally Carter 
Páginas: 231
Editora: Arqueiro
Sinopse :Quando tinha 5 anos, Katarina Bishop distraiu os guardas da Torre de Londres para que o pai pudesse roubá-la. Aos 7, ela ouviu o tio Eddie planejar a interceptação de 80% do caviar do planeta. Quando fez 15 anos, Katarina armou um golpe por conta própria - um esquema para entrar no melhor colégio interno dos Estados Unidos e deixar para trás os negócios da família. Só que trocar de ramo e ter uma vida normal acabou sendo mais difícil do que Kat esperava. Hale, seu amigo charmoso, bilionário e antigo comparsa, logo aparece para levá-la de volta à realidade da qual ela havia se esforçado tanto para fugir. Mas é por um bom motivo: uma inestimável coleção de arte de um temido mafioso foi roubada e ele quer recuperá-la, custe o que custar. Somente um mestre do crime poderia ter realizado essa proeza e o pai de Kat é o único suspeito, embora insista em negar qualquer envolvimento. Encurralado entre a Interpol e um inimigo assustador, ele precisa da ajuda da filha. Para Kat, só existe uma saída: encontrar os quadros e roubá-los de volta. Não importa se parece impossível, se ela não tem pistas do ladrão e se o prazo é de apenas duas semanas. Com uma equipe de adolescentes talentosos e uma mãozinha da sorte, Kat está determinada a realizar o maior golpe da história da família e provar que jamais a abandonou. 
Escutas, mapas e carros de fuga. Ladrões de Elite é recheado com elementos dos melhores filmes de Hollywood.
O livro já começa com um crime: o carro do diretor da escola Colgan amanheceu dentro da fonte do colégio, cuspindo água pelos faróis, e a única suspeita é Katarina Bishop. Recém-chegada à instituição, a menina tenta, a qualquer custo, se desvincular dos negócios do pai, um famoso ladrão.
Porém, a tão desejada paz dura pouco e ela logo se vê de volta ao mundo onde obras de arte, museus e sistemas complicados de segurança fazem parte de apenas um dia normal de trabalho. Também, não é para menos: quando tinha apenas 5 anos, a menina já havia iniciado a sua “carreira”, distraindo os guardas da Torre de Londres para que o pai pudesse roubá-la. A partir de então, seja conscientemente ou não, ela esteve presente em grandes golpes regidos com maestria por Bobby Bishop e pelo tio Eddie.
Mas agora, a situação é um pouquinho diferente… O temível mafioso Taccone afirma categoricamente que foi roubado pelo pai de Katarina e ameaça cobrar sua dívida pessoalmente, caso ela não consiga reaver as obras perdidas. Sem poder apelar para a ajuda de seus antigos mandantes, a menina acaba tendo que formar um plano extremamente complicado e contar com a ajuda de sua própria equipe de ladrões de elite.
Além da capa (lindíssima), a primeira coisa que chama a atenção é a diagramação do livro. Como a mocinha corre o mundo através de pistas que podem ajudá-la, a cada dia que se passa, um mapa marca a contagem regressiva para o final do prazo dado por Taccone. Ele não está diretamente ligado com a localização de Katarina, mas é bem legal!
A escrita da Ally Carter é outro fator que conta pontos positivos para o livro. Ela flui em um ritmo delicioso e agradável, o que só nos deixa ainda mais curiosos para saber qual será o desfecho – que é surpreendente! Além disso, as diversas alusões a táticas de ação como o golpe “Benjamin Franklin” ou “Anjo Caído” arrancam boas risadas, principalmente dos amantes do gênero que, com certeza, já se depararam com atuações como essas em outras aventuras!
Sem dúvida, uma ótima escolha para os fãs de uma boa história de suspense, ação e… aquisição de bens de formas ilegais. 
Gostaram ? espero que sim , então fiquem ligados que vem mais coisa por ai . 
Beijockas .

1 comentários:

Breno Rodrigues disse...

Essa história de o pai roubar e a culpa ir para a filha me lembra uma nivela da Globo, mas credito que não passe de mera coincidência. O livro parece ser ótimo, adoro esse negócio de roubos bem arquitetados, ao estilo de 11 homens e um segredo. Quero ler!

Abração ;D
Livretando

Postar um comentário